domingo, 7 de novembro de 2010

E viva México! Caiu o visto mexicano!

www.viajenaviagem.com
Bar na plaza Garibaldi, Cidade do México

Eu já tinha lido a notícia na imprensa de viagem, mas não consegui achar a informação no site do consulado mexicano. Mas agorinha há pouco o querido Carlos Nascimento me mandou o link do formulário, então dá para dar a notícia mais completa.
Negócio seguinte: em mais uma atitude pragmática para não prejudicar a sua indústria do turismo (alô Brasil! quando faremos isso?), o México decidiu isentar brasileiros, russos e ucranianos da exigência de visto para entrar no país (uma imposição velada, não-oficial, do vizinho Estados Unidos para conter imigração clandestina via México).
Com isso o México tenta tirar uma casquinha das hordas de russos que estão indo para a República Dominicana, e monta condições para uma nova invasão brasileira a Cancún, a exemplo da outra época do real forte (1994-1998).
A queda do visto não significa o fim de entraves burocráticos. É preciso obter uma autorização eletrônica junto ao consulado. Só com o pedido aprovado você poderá embarcar.
Mas já é um grande avanço: significa que nenhum brasileiro vai precisar viajar até um consulado mexicano para obter o visto pessoalmente; e ninguém mais vai precisar montar dossiês semelhantes aos exigidos pelos Estados Unidos para ir ao México.
O México é um país maravilhoso para viajar — barato, diverso, bem estruturado. Em 2006 eu fiz uma viagem de 25 dias de ônibus pelo país; qualquer hora dessas eu trago pra cá.

Perto da Basílica da Virgem de Guadalupe, Cidade do México
Gracias Nossa Senhora de Guadalupe!

Clique:



Nenhum comentário: