segunda-feira, 4 de outubro de 2010

VIAJAR SOZINHO


A sociedade contemporânea, devido à correria do dia a dia, ao trabalho e, principalmente, à falta de tempo, tem feito com que as pessoas não encontrem o seu par ideal com facilidade. Assim ou não se casam , casam mais tarde ou descasam. De acordo com o IBGE, existem cerca de 74 milhões de solteiros no Brasil, isso sem contar os separados, viúvos, divorciados e aposentados, que somam mais 11 milhões de solitários.

Os solteiros que vivem em cidades grandes enfrentam os mesmos problemas de encontrar pessoas que preencham suas expectativas, principalmente pelos ambientes que cada vez mais desfavorecem a vida comunitária. Para tentar amenizar esse sentimento de solidão, muitas pessoas buscam nas viagens uma forma de se socializarem, fazerem intercâmbios e trocarem experiências. Isso sem contar com a possibilidade de se encontrar uma “alma gêmea”, mas esse não é o objetivo principal de quem viaja sozinho.

Pensando em atender esse grandioso nicho de mercado, foi criado um novo segmento turístico bem específico para esse público, o Turismo Single ou viagens pensadas para quem embarca sem um acompanhante. Essa forma de turismo tem como intenção atender especialmente às pessoas solteiras, ou de algum modo solitárias, que desejam viajar e não tem companhia, seja por qualquer motivo.

Os destinos sugeridos para os solteiros são praticamente os mesmos dos casais e famílias, sendo que a diferença está na programação da viagem, já que existem passeios ou atrações que são mais interessantes para os desacompanhados. Na maioria das cidades turísticas brasileiras as opções são intermináveis, desde luais em praias com clima de romance no ar até boates sofisticadas muito bem freqüentadas onde a azaração corre solta.

Os pacotes turísticos oferecidos pelo mercado também atendem bem aos solteiros. É claro que fazer uma viagem sozinho sai um pouco mais caro do que se a viagem fosse com companhia, mas em compensação, para quem gosta, não há nada melhor do que poder controlar seus próprios horários, fazer programas que se tem vontade e estar disponível para conhecer pessoas da região. Apesar dos pacotes oferecerem uma programação sugerida com horários pré-definidos para os passeios, o viajante não é obrigado a segui-los, podendo se sentir livre para fazer o que der na telha, na maior liberdade.

Nos fretamentos– pacotes turísticos cuja parte aérea é feita com uma aeronave fretada – também há muitas possibilidades interessantes para quem quer conhecer pessoas. Imagine uma aeronave lotada de gente que tem como objetivo passar alguns dias no mesmo destino que você. Durante o vôo já é possível se integrar ao grupo e conhecer pessoas agradáveis. E o melhor, os preços são mais baratos do que os pacotes turísticos comuns.

É pensando nos solteiros, separados ou simplesmente desacompanhados por opção, que o BrasilViagem.com traz este roteiro com algumas dicas de destinos onde é possível estar sozinha mas sem se sentir sozinho e atrações que podem mudar a vida de qualquer um. Para quem já escolheu o destino da próxima viagem e só precisa de hospedagem é possível fazer reserva on line pelo site, com confirmação e voucher já no ato da compra.

Não passe suas férias assistindo televisão e comendo pipoca. Escolha uma cidade interessante e monte sua programação. Quem sabe se em uma viagem dessas uma pessoa especial consegue fisgar seu coração?


 Texto:  Adriano Lins Sant'Anna
www.brasilviagem.com

Nenhum comentário: