sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Fotógrafo grego vence concurso de arte sobre mudanças climáticas

As mais de mil fotos que concorreram retratam problemas como o aquecimento global e a poluição

Fonte: BBC Brasil | 08/10/2010 10:01

O grego Christos Lamprianidis ganhou o 1º lugar com a fotografia 'No Pollution Please', tirada em Kozani, no norte de seu país
A ideia do pôster 'Air', do boliviano David Criado, foi retratar as altas emissões de CO2 na Terra. Ele ficou em 2º lugar
O vazamento de petróleo da BP - o maior da história dos EUA - foi a inspiração do escultor americano Donald Gialanella, que ficou com o 3º lugar
A pintura de Emma Varney aborda o impacto da exploração de petróleo nos oceanos
Fotografia que ficou entre as 20 finalistas mostra uma tormenta na cidade de Anton, no Colorado (EUA). Por Nebraskies
A foto, submetida por Petritap e intitulada "Para onde foram todos?", mostra um pato de borracha em um lago
Com a obra 'Greenhouse', Adam Pole leva a energia eólica para a Casa Branca para ressaltar a importância das fontes energéticas 'verdes'

Um fotógrafo grego concorreu com mais de mil artistas para vencer o CoolClimate Art, um concurso internacional de obras sobre o impacto das mudanças climáticas.
Christos Lamprianis enviou uma imagem de uma menina sentada perto de uma usina termoelétrica na Grécia, que passa a ilusão de estar tampando a chaminé com a palma de sua mão.
Os concorrentes, de vários países do mundo todos, concorreram com esculturas, fotografias, pinturas e design gráfico.
Elas retratam problemas como o aquecimento global e a poluição, mas também apontam para soluções, como o uso de fontes renováveis de energia.
Os vinte semi-finalistas foram pré-selecionados por um júri formado por artistas e ativistas, como o ecologista Philippe Cousteau, neto de Jacques Cousteau.
Os trabalhos foram divulgados no site The Huffington Post em uma galeria aberta e submetidos à votação popular, que escolheu os cinco primeiros colocados.
Os vencedores foram homenageados no Center for American Progress, em Washington DC. Seus trabalhos serão usados em diversas campanhas em defesa do meio ambiente.

Nenhum comentário: