quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Os aromas da primavera

Aproveite a estação para deixar a casa naturalmente perfumada

Fonte: Alessandro Guimarães - www.delas.ig.com.br

Sabe aquela sensação de conforto e bem-estar que surge sem explicação? Pode ter certeza, muitas vezes ela está associada à nossa memória olfativa. “Essa relação é muito forte e nos remete a boas lembranças, como a infância, um momento especial ou alguém que amamos”, explica a florista Corina Wai.

 Há diversas maneiras de levar aquele cheirinho bom para dentro de casa, pois as fragrâncias podem ser encontradas por toda parte, em sabonetes, velas e desodorizadores de ambiente. Mas nada é tão gostoso quanto o aroma natural das plantas, que ainda embelezam e deixam o seu lar cheio de vida.

A oferta é grande e promete agradar até os olfatos mais exigentes. “Quase todas as flores possuem aroma e alguns são mais acentuados do que outros”, diz Márcia Sorgenfrei, da Agapanthus Floricultura.

Segundo Corina, entre as flores com cheiros suaves, estão as catléias (um gênero de orquídea), a lavanda e as rosas. Já aqueles que preferem um perfume marcante podem optar pelo lírios, como o Casablanca e o Robina, e a angélica.
As espécies perfumadas caem bem em quase todos os lugares e podem ser colocadas em áreas externas e internas. “Uma excelente opção é na entrada da residência, para recepcionar as pessoas”, conta Tânia. Porém, evite o uso nos quartos e na sala de jantar. “O aroma pode incomodar e atrapalhar as refeições”, comenta Corina.
  
Saída estratégica
Quando a flor não tem aroma, mas a pessoa não abre mão de sua beleza para decorar a casa, não é preciso se desesperar, existe salvação. “É possível usar, por exemplo, o alecrim como folhagem na confecção de um arranjo de margaridas ou ainda colocar potinhos de canela próximos a vasos de violeta”, ensina a florista Tânia Santos.
Para que o cheirinho de primavera dure por mais tempo, é preciso tomar alguns cuidados simples. “Antes de colocar um buquê de flores no vaso, corte cerca de dois centímetros dos caules para melhorar a absorção da água”, indica a florista.
No caso dos arranjos com espuma floral, também é necessário manter a hidratação. “Basta encostar o dedo na espuma para verificar a umidade, acrescente água se ela estiver ressecada”, ensina Corina. Outra dica, de acordo com Márcia, é trocar a água diariamente para evitar a proliferação de bactérias.
Na contramão
Parece estranho - e na verdade é - porém o perfume das plantas comercializadas está desaparecendo. “Com o avanço da melhoria genética desenvolvida em laboratórios, muitas flores ou plantas tiveram o seu aroma minimizado ou quase eliminado”, revela Márcia.
Esta foi uma das formas encontradas pela indústria para cortar custos. “Assim se produz sem ter de investir muito em agrotóxicos, pois o odor das flores atrai predadores”, completa Tânia.
Conheças as espécies mais indicadas para perfumar a casa
Alecrim – suave
Angélica – marcante
Canela – suave
Cravo – suave
Crisântemo – suave
Frésia – suave
Goivo – marcante
Jasmin – marcante
Lavanda – suave
Lírio () – marcante
Orquídea (Catléia Hawaiian Mischief e Oncidum Cherry Baby) – suave
Rosa (Amorosa e Bóing) – suave

Nenhum comentário: